quarta-feira, 21 de novembro de 2012

You can run but you can’t hide.


MENSALÃO TUCANO. BARBOSA SE APROXIMA DE DANTAS


Quem enchia o duto do Valério era o imaculado banqueiro: você pode correr, mas não pode se esconder.

Conversa Afiada






Saiu na Folha (*), pag. A10:


BARBOSA DÁ PRAZO PARA MENSALÃO DO PSDB


Em último ato como relator, ministro acelera depoimento de testemunhas.

Ele deu prazo de 40 dias para ouvir as testemunhas, mesmo que “coercitivamente”.

Como o julgamento foi desmembrado – ao contrario do mensalão do PT – as testemunhas centrais serão Eduardo Azeredo – um dos pais do AI-5 do marco regulatorio da internet – , Clesio Andrade, aecista de Minas e do PMDB, e Mares Guia, vice-governador de Azeredo e seu coordenador de campanha.

NAVALHA



Assim, Joaquim Barbosa se aproxima, passo a passo, do “Valeriodantas”.

Como se sabe, quem enchia o duto do Valério era o imaculado banqueiro.

Clique aqui para ler “Fala, Valerio, fala !”.

Primeiro, o duto se encheu através da Brasil Telecom, que o imaculado banqueiro arrematou na Privataria Tucana.

Depois, o duto se esbaldava na Telemig Celular.

Este ansioso blogueiro já contou a história daquele boxeur que desafiou o Joe Louis.

Antes da luta, ele dizia que ia correr pelo ringue e impedir que Louis o acertasse.

Louis advertiu: você pode correr, mas não pode se esconder.

You can run but you can’t hide.

O imaculado banqueiro sabe a que o Joe Louis se referiu.

O Gilmar Dantas (**) também.

Porque, como se sabe, Gilmar põe em cheque a transparência da gestão Barbosa no Supremo.





Em tempo: e o que fará o Conselho Nacional de Justiça se o Presidente Barbosa insistir em que filho, filha, genro, nora de Juiz não advogue na Corte em que trabalha o Juiz ? Por que o ex (ufa !) Presidente Ayres Britto não deixou também isso de herança, aquela herança que o Nassif descreveu ?

Clique aqui para ler “Toffoli e Daniel Dantas. Estranho, estranhíssimo !”.


Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é, porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Clique aqui para ver como eminente colonista do Globo se referiu a Ele. E aqui para ver como outra eminente colonista da GloboNews e da CBN se refere a Ele. E não é que o Noblat insiste em chamar Gilmar Mendes de Gilmar Dantas ? Aí, já não é ato falho: é perseguição, mesmo. Isso dá processo…
Postar um comentário