sábado, 6 de junho de 2015

Como é que... essa grobobo acha qui tudo aqui é bobo


A credibilidade da Globo se foi.
A do FHC também





Como é que a Globo oferece menos e ganha o monopólio das “transmissões televisivas”?





25 de março. A crise é tão verdadeira quanto a honestidade nas " transmissões televisivas"




“Eu tenho orgulho da Globo. Eu tenho orgulho do Brasil”.

(Nessa ordem.)

http://www.conversaafiada.com.br/pig/2014/02/15/a-globo-sempre-mamou-dinheiro-publico/

“Não falo mal dos meus amigos” – sobre a Ley de Medios e os amigos da Globo.

http://www.zedirceu.com.br/fhc-sobre-regulacao-da-midia-que-ele-nunca-quis-nao-vou-falar-mal-de-meus-amigos/

Essas são algumas (poucas) frases inesquecíveis do Príncipe da Privataria, que, desde a explosão da roubalheira na FIFA e na CBF não deu uma de suas 473 entrevistas semanais ao PiG.

Como se sabe, ele não existe, materialmente.

Ele é um dos personagens da Zoologia Fantástica do Borges, porque só tem vida no PiG.

Se aparecer, num boteco de Madureira, na 25 de março ninguém sabe quem é.

O PiG é a corrente sanguínea do FHC.

O PiG é o Partido da Casa Grande.

A Direita no Congresso é uma expressão volátil dos interesses manifestos no PiG, antes.

É o PiG quem espalha essa sensação de mal estar que o Marcos Coimbra localizou numa pesquisa da Vox Populi.

Que produz uma inflação muito maior do que a real.

O Ibope, até o Ibope, atribuiu ao PiG a pseudo-crise.

A crise é gravíssima, se percebe na TV Afiada.

Gravíssima, segundo a Fel-lha (ver no ABC do C Af), na rua de comércio popular de São Paulo, a 25 de março, no feriadão.

Crise para o pedestre, que não tinha onde botar o pé !

Um horror !

Com a fabricação diária, ininterrupta, dessa pseudo-crise foi-se também a credibilidade da Globo.

Todo mundo percebe – veja no “E aí, hein ?” – alguns fatos elementares:

- roubam na FIFA;

- roubam na CBF;

- a Globo tem o monopólio da “transmissão televisiva” dos eventos da FIFA e da CBF.

Logo …

Logo, rouba-se também na …

… é melhor deixar o Azenha desenhar para quem não entendeu ainda …

A insuperável crise de credibilidade da CBF e da FIFA atinge a medula óssea e o bolso – da Globo.

E, se atinge a Globo, atinge o ventre – e a casinha – da Casa Grande.

Porque é tudo a mesma sopa.

FHC, Globo, FIFA, CBF, Marcelo Campos Pinto, J. Hawilla, Ricardo Teixeira, Marin(ho) …

Tudo a serviço do Regresso !

E do próprio bolso.

Cujo objetivo é construir barreiras que desfaçam a muralha que a Tereza Campello construiu com engenho e arte – o Brasil tem a primeira geração de crianças que não passaram fome.

Isso é um absurdo !

Assim não dá !

Sem fome, essas crianças vão querer estudar e tomar o lugar do meu netinho na faculdade e no emprego !

Precisamos acabar com essa roubalheira !

Chama a Renata Lo Prete, chama o Roberto Jefferson !

Cadê o Gilmar, o do triângulo das Bermudas ?

Só que a casa caiu, amigo navegante.

Agora, quando o Bonner reassumir o lugar que lhe é devido, atrás dele estará sempre a peruca do Marin(ho) !

Quando o Gilberto Freire com “i” escrever aquelas perguntas idiotas para a Poetisa, se verá, sempre, atrás dela, a careca do J. Hawilla, com aquelas camisas azuis de colarinho branco, modelito Faustão.

Só tem um tema que a Urubóloga não enfrenta, aquela formulada pelo Azenha: como é que a Globo oferece menos e fica com o monopólio da “transmissão televisiva”?

É porque a FIFA e a CBF gostam da voz do Galvão ?

Como é que póóóde, Ataulpho Merval (no ABC do C Af)?

Pergunta ao Gilmar !

Em tempo: no livro que está para lançar, “Quarto Poder”, o ansioso blogueiro trata das relações entre Roberto Marinho e o Príncipe da Privataria, antes de presidi-la, a maior roubalheira da Historia desse país.



Paulo Henrique Amorim





O da Esquerda tem orgulho do da Direita. Seria recíproco ?
Postar um comentário