quinta-feira, 20 de março de 2014

desenterrado e lançado ao mar

Áudio recuperado
O discurso histórico de Rubens Paiva em 1964: deputado pedia resistência ao golpe


publicada quinta-feira, 20/03/2014 às 23:11 e atualizada quinta-feira, 20/03/2014 às 23:13


Escrevinhador





O Portal EBC conseguiu recuperar o áudio do discurso feito pelo deputado Rubens Paiva (foto), na madrugada de 1 de abril de 1964 – quando o golpe militar já estava em andamento.

Clique aqui para ouvir o histórico discurso – transmitido pela Rádio Nacional.

Rubens Paiva pedia que os trabalhadores e estudantes resistissem ao golpe. O deputado criticava duramente o então governador de São Paulo, Ademar de Barros, um dos apoiadores do Golpe. “Me dirijo especialmente a todos os trabalhadores, todos os estudantes, e a todo o povo de São Paulo tão infelicitado por este governo fascista e golpista que neste momento vem traindo seu mandato e se pondo ao lado das forças da reação”.

Vera Paiva, filha de Rubens Paiva e professora da Universidade de São Paulo (USP), contou para o Portal EBC como ficou surpresa e sensibillizada em poder ouvir, novamente, a voz do pai. “Antes não tinha celular, gravador era uma coisa complexa e os filmes Super-8 com som eram algo sofisticadíssimo. A última vez que falei com meu pai foi no Natal de 1970. Desde então, nunca mais tinha ouvido a voz dele”.

Clique aqui, para ler mais detalhes sobre a reação da família.

Rubens Paiva foi cassado e depois assassinado pela ditadura militar. Essa mesma que alguns acham “que devia voltar para salvar o Brasil”.

O corpo de Rubens Paiva jamais foi localizado. Investigações da Comissão da Verdade indicam que, depois de assassinado sob tortura, Rubens Paiva foi enterrado numa praia no Rio.

Alguns anos depois o corpo teria sido desenterrado e lançado ao mar por agentes da ditadura.



Leia outros textos de Plenos Poderes
Postar um comentário